fbpx

Um bom plano para impulsionar as vendas de uma empresa deve basear-se em um método bem definido de marketing. De preferência em uma estratégia que seja data driven (baseada em dados).

O marketing orientado por dados torna os planos de negócios mais eficientes, otimiza investimentos e viabiliza uma conexão maior para se chegar às demandas das pessoas.

Porém, o que não nos falta nos dias de hoje são informações, que podem ser obtidas por variados meios, como pela imprensa, por e-mails, pelos usuários e, principalmente, pelas redes sociais. Na verdade, não podemos negar que os dados nos esclarecem muita coisa sobre o comportamento e os hábitos dos consumidores.

Neste post, você vai saber o que é data driven, como utilizar esse conceito na sua empresa e suas vantagens. Continue a leitura e confira!

O que é data driven?

O data driven é muito mais que uma ferramenta estratégica. Na verdade, ele coloca o cliente no centro de seu plano de negócios. Data driven é utilizar as análises de dados para tomada de decisões e para o planejamento de ações que surgem a partir de informações reunidas sobre o cliente — como seus hábitos de consumo, preferências, interesses e gostos.

O data driven pode ser definido como o uso de informações para desenvolver diversas estratégias de negócios, que podem ser o lançamento de um produto ou serviço. Com base em indicadores é possível conhecer as exigências do público e a melhor forma de atraí-los.

Compreendendo mais seus clientes, sabendo quais são seus gostos e necessidades, é viável tomar decisões com mais segurança, diminuindo as incertezas nos negócios. Com isso, as ações se tornam mais precisas, atingem seus alvos e, consequentemente, o retorno financeiro será maior, elevando os resultados da empresa.

Quais as vantagens do data driven para uma gestão?

Adotar o data driven pode trazer excelentes resultados, principalmente porque com algumas informações nas mãos é possível elaborar estratégias com mais facilidade. Confira as principais vantagens!

Otimização de processos

A otimização dos processos pode ser considerada uma das maiores vantagens do data driven, garantindo que eles possam ser executados de maneira ágil e com investimentos menores. Isso porque essa ferramenta permite o direcionamento das estratégias, trazendo maiores conversões em vendas ou em outro resultado qualquer que se queira.

Segmentação de estratégias por consumidor

Ao adotar essa estratégia para conversão de resultados, torna-se possível segmentar planos de comunicação e marketing de acordo com o perfil do “cliente ideal” ou buyer. Isso poderá ser feito de forma mais ágil e personalizada, garantindo melhores resultados nas campanhas de vendas.

Decisões mais confiáveis

Ter dúvidas sobre qualquer plano de ação na empresa pode prejudicar muito os resultados. Quanto maior for a segurança para executar determinada estratégia, mais satisfatórias serão as respostas. Adotar o data driven pode garantir a segurança necessária. Com todas as variáveis consideradas, é mais fácil a tomada de decisões e os riscos serão mínimos.

Maior capacidade de predição

O empreendedor que adota o data driven na sua gestão, além de poder escolher o melhor caminho a ser tomado, poderá fazer um prognóstico com maior precisão sobre para quais as adversidades deverá se preparar.

Por exemplo, uma análise poderá apontar a queda do poder aquisitivo de seu “cliente ideal” — o que o levará a investir menos nos próximos dias para evitar prejuízos.

Atuação mais efetiva dos colaboradores

Quando as informações são disponibilizadas para todos os colaboradores, esses ganham autonomia para desempenhar suas funções. O data driven garante essa liberdade de ação, principalmente no segmento de vendas.

Com alguns dados relevantes em mãos, o funcionário é capaz de tomar decisões mais embasadas. Além disso, o tempo que seria dedicado para coletar informações é melhor empregado, como na elaboração de planos de ação.

Como colocar a gestão data driven em prática?

Se você deseja melhorar suas estratégias de marketing, algumas dicas podem garantir bons resultados. No entanto, para qualquer transição é necessário que os colaboradores aceitem bem as mudanças — pois muitos se apegam ao antigo método: o da intuição. Confira, então, como incluir esse novo conceito na sua empresa!

Escolha adequadamente os dados

Coletar dados para determinada campanha de vendas não é tão simples quanto parece. Na verdade, eles devem ser bem selecionados, pois o excesso de informações pode representar um problema, visto que se perderá tempo para monitorá-las devidamente.

É necessário, por isso, parâmetros para reunir dados pertinentes ao tipo de trabalho que se deseja fazer. Ou seja, devemos ser muito seletivos.

Defina o método de obtenção dos dados

Pra começar, o ideal é saber qual tipo de monitoramento de dados seu time já faz. As práticas que mais surtem resultados devem ser disseminadas e as que não dão bons resultados, eliminadas. Além disso, as empresas conseguem obter dados de maneira mais prática utilizando sistemas informatizados, como os ERPs e CRMs — sistemas de informação que ajudam na gestão de processos.

Outra forma de coletar dados de seu público-alvo é por meio da internet. Nesse caso o trabalho de coleta de informações será maior.

Determine parâmetros

Após você já contar com todos os dados que abrangem determinado interesse, chegou a hora de determinar os parâmetros. Definir alguns critérios quer dizer evitar desperdícios de tempo e trabalho. Desperdício até um certo ponto é viável e esperado, no entanto, quando ultrapassar os níveis normais, indica que algo não vai bem.

Por que vale a pena investir em uma solução de Data Driven?

Adotando esse conceito para sua empresa, é possível que os gestores se dediquem a criar estratégias que vão garantir sucesso e continuidade do empreendimento. Por isso, ter à disposição dados e tecnologias que juntem as informações necessárias e as organize, tornando-as de fácil entendimento, é essencial para bons resultados.

No entanto, se a empresa não contar com uma estrutura ou conhecimentos específicos para implementação do data driven, o mercado dispõe de boas alternativas, como consultorias e implantação de sistemas.

Agora que você já sabe o que é o conceito data driven e quais suas vantagens, o que acha de investir nessa ideia? Prepare seu time para decisões mais acertadas, elevando os resultados de sua empresa!

Se você gostou deste post sobre data driven, continue com a visita ao nosso blog e leia outro artigo muito interessante: Como melhorar a experiência do cliente por meio do atendimento?

Escreva um comentário