Qualquer empresa que busca crescer e ampliar seu faturamento precisa levar em conta fatores como a escalabilidade. Essa é uma das principais medidas que permite um negócio aumentar seu rendimento e sua produtividade, por meio da adaptação de metodologias sem custos adicionais para o empreendimento.

Para isso, é fundamental investir em novas estratégias, como a melhoria do atendimento ao cliente, já que essa é uma das práticas que otimizam a relação entre a empresa e o consumidor. Dessa forma, quanto mais escalável por um negócio, maiores são as chances de você aumentar seus lucros.

Quer entender como promover isso de forma eficiente? Confira agora o conceito desse processo e ainda mais 7 passos para garantir operações escaláveis na sua empresa. Acompanhe!

O conceito de escalabilidade

A escalabilidade é a capacidade de um negócio adaptar-se a mudanças ocorridas ao longo do tempo. Com isso, é possível compreender que uma empresa escalável também se torna adaptável.

Assim, ao passo que um negócio vai crescendo, a meta de o manter atendendo às demandas de mercado continua sendo muito importante. O problema é que, como se sabe, os processos não são estáticos, já que elas alteram conforme o interesse do público muda e à medida que a concorrência vai orientando o mercado.

Para uma empresa se manter competitiva, é preciso que ela consiga mudar o que está fazendo de modo que atenda às necessidades de seus clientes, sem que isso implique em prejudicar a sua equipe. Melhor dizendo: escalabilidade significa crescimento sustentável, pois é essencial crescer de forma que isso não afete sua mão de obra e também seus recursos financeiros.

Dito isso, compreende-se que a principal regra sobre ser escalável é ter a capacidade de crescer sem causar danos a sua estrutura ou aos recursos disponíveis.

Os 7 passos para garantir a escalabilidade

Algumas medidas são essenciais para quem deseja deixar o seu negócio escalável. Elas são responsáveis por melhorar os serviços, como também criar um ambiente bem mais flexível e eficiente para lidar com as alterações que acontecem no mercado. Veja a seguir algumas dicas sobre isso.

1. Reduza a dependência do ambiente físico

Uma das principais limitações para conseguir tornar sua empresa escalável é o local físico. Caso haja problemas para atender melhor seus clientes sem precisar de um espaço físico de trabalho maior, é fato que a competitividade do negócio cairá.

Sendo assim, é fundamental buscar meios para manter um ambiente laboral mais maleável. Então, procure por soluções que promovam o embasamento de políticas internas melhores, como ferramentas digitais para facilitar os processos da empresa.

2. Opte por ferramentas em nuvem

O cloud computing é uma das tecnologias que permitem às empresas se tornarem flexíveis, ágeis e escaláveis. Contudo, é preciso buscar o apoio em métodos eficientes e que sejam capazes de otimizar os processos do negócio.

Assim, com a nuvem, a empresa também ganha mobilidade e diminui custos. O acesso a ela será garantido a qualquer tempo e em qualquer local, precisando apenas ter uma conexão com a internet. Já os gastos com a infraestrutura serão proporcionais à demanda, fazendo com que os desperdícios sejam reduzidos.

3. Incentive o uso da tecnologia

Não tem como um negócio conseguir escalabilidade sem a ajuda da tecnologia. Então, sempre busque investir em soluções que facilitam a criação de um local de trabalho otimizado e de alta performance.

Mecanismos de comunicação, por exemplo, podem ser inseridos para reduzir o tempo de resposta a demandas. Já soluções para troca de dados permitem que haja integração entre seus colaboradores, mesmo que eles estejam trabalhando em ambientes diferentes.

Além disso, a digitalização das mercadorias e serviços da empresa auxiliará na busca por novos mercados. Ou seja, clientes poderão encontrar o empreendimento sem que seja necessário aumentar seus custos com divulgação.

4. Adapte a empresa para ter escala

É muito importante você fazer um planejamento para o ano e pensar em métodos eficazes para que seu negócio ganhe escalabilidade. Por exemplo: raramente uma loja física do ramo varejista será escalável. Agora, um e-commerce pode ser bem vantajoso para ampliar suas vendas, sem necessariamente aumentar seus gastos.

Dessa forma, é necessário analisar bastante seu modelo de negócio e buscar por soluções efetivas para deixar sua empresa muito mais competitiva.

5. Utilize serviços de outsourcing

Ao optar por serviços de outsourcing (terceirização), a empresa pode concentrar melhor nas atividades que são mais importantes para o negócio. Assim, a contratada fica totalmente responsável para administrar aquilo de menor relevância, mas que toma muito tempo dos gestores.

Contratando um serviço de suporte em atendimento ao cliente, por exemplo, a terceirizada fica responsável por realizar o estreitamento entre empresa e o consumidor, entre outras questões que otimizam a rotina do negócio. Com isso, os colaboradores podem se dedicar muito mais às atividades centrais que visam promover o crescimento empresarial.

6. Use o modelo Canvas

O primeiro ponto para permitir a expansão sem aumentar proporcionalmente os custos da empresa é a inovação, que pode ser buscada por meio de insights no próprio ambiente organizacional. A ideia é criar um método de negócios passível de replicação e multiplicação, que seja de fácil compreensão pelos funcionários da empresa.

Para simplificar esse processo, uma dica é utilizar o método Canvas, direcionado para a administração estratégica e a avaliação de hipóteses. Desse modo, assim que o modelo de negócios estiver finalizado, é preciso apenas manter o sistema com planejamento, dinamismo e habilidade inovativa.

7. Siga o passo a passo padrão

A forma para deixar um negócio escalável normalmente envolve 7 etapas. Essas recomendações são viáveis na maioria dos casos, porém pode ocorrer alguma exceção. Por isso, o essencial é analisar o que é mais adequado para a empresa. O passo a passo é o seguinte:

  • crie um modelo de negócios com o Canvas;
  • seja criativo e se torne um agente de transformação;
  • elabore o plano de negócio;
  • observe as oportunidades;
  • valide o modelo idealizado;
  • inicie a operação empresarial;
  • estimule a organização seguindo estratégias escaláveis.

A validação técnica do modelo de negócio com o estudo de viabilidade mercadológica, financeira e econômica proporciona a escalabilidade suficiente para otimizar todos os processos e operações da sua empresa.

Enfim, como foi possível perceber, a escalabilidade é realmente uma forma inovadora e eficaz para deixar a empresa competitiva no mercado. Graças à automação dos processos, torna-se nítida a redução de falhas, diminuição de custos e aumento do faturamento do negócio. Então, coloque tudo isso em prática e se destaque perante a concorrência!

Gostou deste post? Então assine agora mesmo a nossa newsletter e comece a ter acesso a conteúdos de qualidade, como este, diretamente em seu e-mail!

Escreva um comentário